domingo, abril 22, 2007



amor e doenças

O amor é uma patologia: a paixão uma doença letal. Livremo-nos dos excessos até porque “entre a demasiada formosura, e disformidade das mulheres, há um parecer moderado, o qual está livre de perigo, que correm as mui formosas, e do fastio, que costumam causar as mui feias…segundo opinião de Diogo Paiva de Andrada. E de ósculos públicos seria de melhor parecer não fazer ostentação para que as ditas patologias não fossem espelho de amores.